Palavra do dia #4 - PLETORA


Eu aprendi esta palavra antes na língua inglesa. Na verdade uma expressão que significava muito de, sinônimo de a lot of, a plethora of. Depois de algum tempo descobri que temos nosso homônimo português.
Não cheguei a estudar a etimologia da palavra, por mais que eu goste desta ciência, mas tenho motivos para crer que a pletora (a vogal tônica é o “ó”) portuguesa veio antes da plethora inglesa, já que sua origem é grega e o siginificado inicial tem fundamento médico, sendo o latim a língua culta por muitos anos… o Português venceu esta pequena batalha.
Segundo o Dicionário Online de Português, pletora é:
“s.f. Medicina Superabundância de sangue.
Botânica. Excesso de seiva, que dificulta a florescência e a frutificação dos vegetais.
Fig. Exuberância, plenitude.”
Já o nosso bom e velho amigo “Aurélio” tem uma descrição mais longa que pode ser resumida em “muito de algo, chegando ao excesso”; mas uma definição do dicionário me deixou intrigado e escolhi destacá-la pela sua peculiaridade:
“Indisposição ou mal-estar de quem tem excesso de vida, de atividade”
Acho muito curioso que pletora parece ser o mal do milênio para os jovens; aquela vontade louca de fazer tudo, energia multiplicada para trabalhar, namorar, sair, navegar, estudar, tudo que seja possível… mas que causa uma sensação estranha de vazio. Um sentimento que domina a mente e faz-se perguntar o porquê de estar aqui. Uma leve depressão. Uma verdadeira indisposição do corpo e da alma.
Sempre adorei esta palavra, pletora, pois eu acredito que os excessos fazem a pessoa se destacar na multidão ser um gênio único em algo, como Da Vinci, Michelangelo, Lautrec, Jim Morrison, Janis Joplin e tantos outros que mostraram seus excessos, ficou claro como eram diferenciados de todos, mas que não aguentaram a carga sobre-humana que foi-lhes depositada.
Até mesmo a superabundância de vida pode matar. Escolha o seu caminho e tenha coragem para mantê-lo.

2 comentários:

caroline disse...

eu axei mto legal o seu jeito de falar so que eu axo q vcnao viu o filme avatare por isso falo:vcfalou um monte de besteira pq o avatar é como se fose uma pessoa so que ele tem+ de 3 metros de altura !!!!
Entao antesde falar de algo pesquise primeiro ta ?!@#$

Gabriel Dualiby disse...

Olá Caroline!

Obrigado pelos elogios, mas acho que tivemos percepções diferentes do filme Avatar! (eu o vi 4 vezes, duas em 3D e duas tradicionais)

O povo azul que tinha mais de 3 metros eram os Na'vi, e nós humanos criamos seres sem alma que podiam receber a consciência de "pilotos" militares/cientistas. Estes corpos vazios sim eram os Avatares...

Se você quiser conhecer um pouco mais da Cultura Na'vi, existe até um site para conhecer sua língua que é o http://www.learnnavi.org/.

Minha pesquisa para escrever este texto foi feita tanto na wikipedia, quanto em livros indianos e algumas referências estão em links no texto.


Abraços!