Prisao de Carne

sem poder fugir
impossibilitado de correr
paraplégico no viver
encarcerado em uma jaula sem limite
resoluta, poderosa e destrutível

o grande carrasco nao descansa
marca prensenca a cada badalada de vida
seus grilhoes ferem sem fim
mesmo quem pena curta cumpre

para o Tempo pouco tempo aprisionado
para os presos de outras habitacoes, carcere eterno

a prisao limita os sonhos
bloqueia desejos
impede o prazer de ser
e todas as razoes de estar

extensoes de pura dor
odor fetido de prisioneiros sujos
todos aprisionados, poucos prisioneiros
muitos inocentes com anseio de existir

prisao fisica, liberdade mental
sofrimento real
desejo de vencer opicional

escolho pensar e ser ferido






texto escrito propositalmente sem acentos

Nenhum comentário: