Ano Velho, Aprendizado Novo

be-happy-nowPensar em 2009 nestes últimos segundos do Ano faz bem, principalmente quando o foco desta introspecção sejam os  ensinamentos e aprendizados deste já decrepto Senhor que nos abandona para deixar seu substituto, o jovem 2010, chegar.

Aconteceu de tudo em 2009, desde acidentes naturais, passando por mecânicos e humanos até mesmo gripes assassinas erradicadoras do nosso povo, que provaram não ser tão mortais assim. Tivemos uma insanidade financeira em que todo o planejamento mostrou-se desorganizado e os acertos econômicos provaram ser muito mais do que um estudo, uma brincadeira onde o acaso e a chamada sorte ainda possuem um papel importante

Houve carinho e comoção humana, como também ocorreram barbáries contra o homem e a natureza. Este ano lembrou-se (e sentiu-se) muito mais o que a Natureza faz e pode fazer pelos pobres humanos que ela , Gaya – A Mãe Terra, acolhe em seus braços tão gentilmente. Lembrem-se mães são mulheres fatalmente apaixonadas. Vamos pagar pelos maus tratos a esta ilustre, gentil e vingativa senhora.

Meu aprendizado baseou-se nas minhas experiências que tive no ano. Surpreendi muitas pessoas sendo eu mesmo, e fui surpreendido aonde eu pensava não haver novidades. Muito aconteceu. Tornei-me mais incrédulo na humanidade e extremamente fiel ao homem, afinal pude observar que em conjunto não dividimos experiências ou pensamos, acabamos por agir apenas institivamente sem amar o próximo, uma manada insana acéfala que sem liderança perde-se em turba desordenada degradante; porém vi o que apenas uma pessoa determinada e sem medo de derrota pode fazer, percebi como um homem pode mudar o mundo e como é difícil ser alguém que ve todas as chances contrarias, mas que luta para provar para o Destino que ele não existe. Como Unidade podemos ser sábios, como grupo, somente poderosos.

Descobri que ser inteligente é diferente de ser sábio, e que estar ignorante é igual a estar vazio. Optei por tentar a sapiência para alcançar a meta de ser maciço. Nesta busca fui ensinado que quanto mais a densidade é desejada, mais flutuamos para buscar conhecimento. Definitivamente busco ser extenso ao invés de intenso.

Outro aprendizado que não me abandonará mais é a descoberta da compleição da minha alma. Eu já sei quem eu amo a muito tempo, e já passei por dificuldades infinitas ao seu lado, mas sem sua presença, perdi muito do que sou. A alegria interna apagou-se e deixou somente a chama externa queimando aos olhos dos externos. Contra todos os pensamentos de terapeutas, psicólogos e estudiosos da mente, sou um Indivíduo completo apenas ao lado de quem amo.

A abertura de ensinamentos foi tamanha que re-valorizei algumas palavras. Os adjetivos “criança” e “moleque” ganharam um sentido muito positivo, o oposto do que eu sentia quando ouvia estas qualidades sendo aplicadas em mim. Adotei como palavras em minha descrição “criança” e “moleque”. Sou uma mente idosa aprisionada em um corpo adulto com atitudes jovens e criatividade infantil. Neste novo plano de vida, sim, 2010 haverá um novo plano de vida, tentarei ser honesto, elétrico e corajoso como as crianças.

Quanto aos planos? Planejarei o agora.
Tentarei entender as coisas um pouco mais etmologicamente: O passado já foi e serve apenas para ver o que erramos, está efetivamente estragado e não pode mais ser consumido, somente analisado; o futuro será escrito e será para colher os frutos do que aconteceu no passado, é incerto até mesmo quando planejado, já que o acaso está na vida para dar sabor; e o presente é isto mesmo, um PRESENTE, a chance de aproveitar e agir. Só se age no Presente, e atitude é uma palavra de ordem em 2010.

Conheci pessoas sensacionais, em especial alunos que estão a poucos passos de uma carreira marcante, bastando para eles apenas um pouco do “Acreditar” e da “Perseverança”. Continuar com todos falando para parar é uma arte de iluminação. Em um dado momento você recebe este dom. Lute para consegui-lo e batalhe para não perde-lo.

Encerrando mais este ano na grande escola, se eu pudesse resumir o Ano inteiro em apenas uma palavra, não um adjetivo, mas sim o siginificado maior do ano, eu apostaria em “Perseverar”; continuar sem pestanejar muitas vezes não para vencer, mas para provar que você pode. A derrota é certa, permaneça lutando. Não consigo ver minha vitória, mas continuo impassível. Neste ano que se foi, aprendi com a mitologia nórdica o sentido da vida: Viver intensamente, aprendendo e desafiando o que é tido como imutávvel. Escolha seu caminho e siga, afinal o que vale na nossa vida é a jornada e não o destino que escolhemos.

Prisao de Carne

sem poder fugir
impossibilitado de correr
paraplégico no viver
encarcerado em uma jaula sem limite
resoluta, poderosa e destrutível

o grande carrasco nao descansa
marca prensenca a cada badalada de vida
seus grilhoes ferem sem fim
mesmo quem pena curta cumpre

para o Tempo pouco tempo aprisionado
para os presos de outras habitacoes, carcere eterno

a prisao limita os sonhos
bloqueia desejos
impede o prazer de ser
e todas as razoes de estar

extensoes de pura dor
odor fetido de prisioneiros sujos
todos aprisionados, poucos prisioneiros
muitos inocentes com anseio de existir

prisao fisica, liberdade mental
sofrimento real
desejo de vencer opicional

escolho pensar e ser ferido






texto escrito propositalmente sem acentos

Minhas Músicas do Ano

Acredito que todos passamos por momentos interessantes de descobrimento em nossas vidas. Um deles ocorre quando escutamos uma música por anos e somente em um determinado momento da sua vida ela passa a ter um sentido especial. Isto ocorre também quando uma música qualquer tem significado próprio que de repente altera-se pelas situações em que você está passando.

Estou com duas canções na cabeça hoje que definitivamente marcarão meus momentos. Uma delas já esta batida para os "Heróis da Guitarra", 'Through The Fires and Flames', que eu sempre gostei, mas só teve sentido neste ano de 2009; a outra é uma música melosa e muito pedante que me agradava, mesmo achando extremamente exagerada, 'She' interpretada por Elvis Costello, durou por anos na minha lembrança como algo pegajoso, hoje escutei-a com minha alma aberta e sem preconceitos e descobri que eu gostaria de te-la escrito.

Resumo da minha união das canções:
"Andando pelo Vale negro e obscuro das dificuldades intransponíveis, a vitória dar-se-á somente aos que possuem uma âncora presa a luz de alguém indestrutível aos seus olhos."

Amanhã coloco o texto de Natal e o Cartão de fim de ano para todos.


Abaixo, minhas canções de 2009...

Abraços!



tradução
DragonForce - Através Do Fogo E Das Chamas


Em uma manhã fria de inverno
No tempo antes da luz
Nas chamas do reino eterno da morte
Nós cavalgamos para a luta

Enquanto a escuridão está caindo
E os tempos são difíceis
O som da gargalhada do mal
Cai sobre o mundo esta noite

Lutando bravamente, lutando como aço
Através das terras mais inabitadas, cada vez mais
As almas dispersas sentirão o inferno
Há corpos mortos à beira do mar

Nas planícies mais negras, nos domínios do inferno
Nós assistimos a eles irem.
Em fogo e chamas, agora por vez mais nós sabemos.

Então agora voamos sempre livres
Nós estamos livres antes da tempestade de raios
Na direção das terras inexploradas
nossa missão continua

Muito além do pôr-do-sol, muito além da luz da lua
Bem dentro de nossos corações e de todas as nossas almas

Tão longe, esperamos pelo dia,
pelas fontes de luz esgotadas e esvaídas
Sentimos a dor de uma vida perdida em mil dias
Através do fogo e das chamas nós continuamos

Enquanto o dia vermelho nasce
E o relâmpago racham o céu
Eles levantaram suas mãos
para o paraíso acima.
Com ressentimento em seus olhos

Correndo contra a luz da manhã
Há uma chama em meu coração
Somos banidos do tempo, para uma terra caída
Para uma vida além das estrelas

Nos seus sonhos mais escuros, vejo vejo confiança o nosso destino está a tempo.
E essa noite nós seremos infinitamente livres.

E nas asas de um sonho, bem além da realidade
Completamente sozinho em desespero
e agora já não há mais tempo.
Perdido por dentro, você nunca encontrará
Perdido dentro de minha própria mente
Dia após dia, esta infelicidade deve continuar.

Tão longe, esperamos pelo dia,
pelas fontes de luz esgotadas e esvaídas
Sentimos a dor de uma vida perdida em mil dias
Através do fogo e das chamas nós continuamos

Whooooooo, Whooooooooo, Whoooooooooooooo (2x)

Agora, aqui permanecemos com o sangue deles em nossas mãos
Nós lutamos tanto, agora podemos entender?
Quebrarei o selo desta maldição, se eu possivelmente puder
Para a liberdade de todos os homens

Tão longe, esperamos pelo dia,
pelas fontes de luz esgotadas e esvaídas
Sentimos a dor de uma vida perdida em mil dias
Através do fogo e das chamas nós continuamos

____________________________________________________

original
DragonForce - Through The Fire And Flames


On a cold winter morning
In the time before the light.
In flames of death's eternal reign,
We ride towards the fight.

When the darkness is falling down
And the times are tough all right.
The sound of evil laughter
Falls around the world tonight.

Fighting hard, fighting on for the steel,
Through the wastelands evermore.
The scattered souls will feel the hell,
That is wasted on the shores.

On the blackest plains in hell's domains,
We watch them as they go.
In fire, pain and once again we know.

So now we'll fly ever free,
We're free before the thunderstorm.
On towards the wilderness,
Our quest carries on.

Far beyond the sundown, far beyond the moonlight.
Deep inside our hearts and all our souls.

So far away we wait for the day,
For the lights are so wasted and gone.
We feel the pain of a lifetime lost in a thousand days,
Through the fire and the flames we carry on.

As the red day is dawning
and a lightning cracks the sky.
They will raise their hands
to the heavens above
Who descend unto their lies.

Running back through the midmorning light,
There's a burning in my heart.
We're banished from the time in the foreign land,
To a light beyond the stars.

In your blackest dreams you do belive, that destiny is tied.
And endlessly we're roaming free tonight.

And on the wings of a dream so far beyond reality.
All alone in desperation,
now the time has gone.
Lost inside you'll never find,
lost within my own mind,
Day after day this misery must go on.

So far away we wait for the day,
For the lights are so wasted and gone.
We feel the pain of a lifetime lost in a thousand days,
Through the fire and the flames we carry on.

Whooooooo, Whooooooooo, Whoooooooooooooo (2x)

Now here we stand with their blood on our hands.
We've fought so hard, now can we understand?
I'll break the seal of this curse if I possibly can.
For freedom of every man.

So far away we wait for the day,
For the lights are so wasted and gone.
We feel the pain of a lifetime lost in a thousand days,
Through the fire and the flames we carry on.


____________________________________________________


tradução
Elvis Costello - Ela


Ela
pode ser o rosto que eu não consigo esquecer
O caminho para o prazer ou para o desgosto
Pode ser meu tesouro ou o preço que eu tenho que pagar
Ela pode ser a música de verão
Pode ser o frio que o outono traz
Pode ser cem coisas diferentes
Em um dia

Ela
pode ser a bela ou a fera
Pode ser a fome ou a abundância
Pode transformar cada dia em um paraíso ou em um inferno
Ela pode ser o espelho de todos os meus sonhos
Um sorriso refletido em um rio
Ela pode não ser o que ela parece
Dentro da sua concha

Ela, que sempre parece tão feliz no meio da multidão.
Cujos olhos parecem tão secretos e tão orgulhosos
Ninguém pode vê-los quando eles choram
Ela pode ser o amor, que não espera que dure.
Pode vir a mim das sombras do passado.
Que eu irei me lembrar até o dia de minha morte

Ela
pode ser a razão pela qual eu vivo
O porquê e pelo que eu estou vivendo
A pessoa que cuidarei nos tempos e nas horas mais difíceis
Eu irei levar as risadas e as lágrimas dela
E farei delas todas as minhas lembranças
Para onde ela for, eu tenho que estar lá
O sentido da minha vida é ela

Ela, ela,ela

____________________________________________________

original
Elvis Costello - She
She
May be the face I can't forget.
A trace of pleasure or regret
May be my treasure or the price I have to pay.
She may be the song that summer sings.
May be the chill that autumn brings.
May be a hundred different things
Within the measure of a day.

She
May be the beauty or the beast.
May be the famine or the feast.
May turn each day into a heaven or a hell.
She may be the mirror of my dreams.
A smile reflected in a stream
She may not be what she may seem
Inside her shell

She who always seems so happy in a crowd.
Whose eyes can be so private and so proud
No one's allowed to see them when they cry.
She may be the love that cannot hope to last
May come to me from shadows of the past.
That I'll remember till the day I die

She
May be the reason I survive
The why and wherefore I'm alive
The one I'll care for through the rough and ready years
Me I'll take her laughter and her tears
And make them all my souvenirs
For where she goes I've got to be
The meaning of my life is

She, she, she