Erre sabendo

Os conceitos que conhecemos muitas vezes confundem-se, e palavras ou idéias que são claras ganham um novo sentido, muitas vezes mágico. Isso é poesia.
Enquanto estudante do curso médio e fundamental, nas aulas de redação e literatura, muitas vezes lidamos com a licença poética de escritores e, como jovens indagadores, nos perguntamos: "-Por que este autor pode escrever isto, desta forma, e eu não?". A resposta das professoras gira em torno da habilidade do escritor em definir a sua estética textual. E agora, após um bom tempo, passo a entender o que as professoras queriam dizer. Vivemos intensamente esta experiência todos os dias.
Um exemplo fácil de entender está ligado a sabedoria; o “saber” conecta-se automaticamente ao que chamamos de “certo”. Quem sabe, faz de forma correta.
Porém, por diversas vezes fazemos algo que sabemos ser certo, e o resultado é um fiasco ou desastroso.
Somos poetas de nossas vidas e temos o direito de não saber, e fazer certo ou saber e fazer errado.
Somos designers de novos dias, lindas noites e tardes aconchegantes.
Nossa estética é livre. Crie em sua vida!
O novo assusta, sai errado e muitas vezes é incômodo, mas ele movimenta as engrenagens da vida. Quem não cria, cai no ostracismo e passa a deixar o tempo passar, ao invés de viver.
Somos poetas, arquitetos, pintores.

Somos humanos.
Use sua sabedoria para errar da melhor forma possível.

Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal

Nostalgico e revigorante este novo filme do Dr.Jones e maravilhoso para lembrar dos anos 80 e uma fonte de icones tanto para os filmes da serie como da historia moderna da Ficao Cientifica, viajando pela area 51 e o caso Roswell. Vale a pena assistir e se deliciar com o inconstante personagem Indiana Jones que entre trapalhadas, raciocinio e impulsividade nao deixa o chapeu de lado.

Sentidos sentidos

Fala sem som,
perfuma sem cheiro.

Toca com as palavras
e acaricia meus olhos,
mexe com meus anseios.

Me ama!

Pensa.
Condensa.

Energiza minha vida
e eletrifica meu dia,
purifica meu respirar

Ah... Meu AR!

O líquido que bebo,
puro, doce e inquietante.

O néctar
para sorver
e sentir.

Torpor.

Amor.

BOM DIA!

Faz um bom tempo desde o último texto, várias obrigações impediam-me de aproveitar deste desejo diário de escrever, e fiquei um tempo na “geladeira”, porém não me desliguei do mundo.
Nestas semanas que fiquei sem brincar com as letras, muita coisa aconteceu, ventos em Mianmar, terremoto na China, tremor em São Paulo, Nardoni preso, Nardoni solto, Nardoni preso de novo, adeus a Zélia Gatai, Ronaldo com “amiguinhas”, noiva do Ronaldo grávida... Isso só para falar de eventos da mídia.

Li, e pensei muito em uma frase que Shakespeare escreveu para seu personagem Júlio César, e acredito muita na verdade que ela transparece. Somos nós que fazemos a nossa sorte, e o que acontece é resultado das ações que tomamos, seja ela pró-ativa ou re-ativa.

Normalmente não estamos acostumados a aceitar a culpa ou responsabilidade de nossos atos, e passamos esta para outros personagens.

Os erros e os acertos são nossos. Enxergue-os! Encare-os de frente e mesmo em situações ruins, você irá vencê-los com tenacidade, paixão e temperança.


“ Os Homens em certos momentos são Senhores do seu Destino. O erro, caro Brutus, não está nas estrelas, mas em nós” - Shakespeare


texto retirado do Glogg Day Messenger de 21/05/08

Brinquedos novos!

Adicionei um IpodMini Virtual no Blog... coisas que estou ouvindo e gosto...!

Deem uma olhada!